Ramon dispara contra torcida do Vasco: 'Faltou respeito'

Lateral-esquerdo não gostou da forma como foi tratado pela torcida em sua saída do clube: 'Por tudo que eu fiz merecia mais respeito'

Bruno Braga - 18/08/2012 - 12:31 Rio de Janeiro (RJ)

Ramon - Treino do Flamengo (Foto: Paulo Sergio)

Ramon entrará na partida contra o Vasco, neste domingo, com uma motivação maior para vencer o rival. Hoje titular do Flamengo, o lateral-esquerdo revela mágoa da torcida pela forma pela qual foi tratado depois de sua saída do Cruz-Maltino e garante que fez de tudo para jogar essa partida.

As notícias do Mengão chegam antes até você!

- Entro sim (mais motivado). Fiz de tudo para não tomar cartão contra o Palmeiras. Acho que faltou um pouco de respeito comigo pela saída. Tenho amizade dentro do clube. Não me respeitaram. Teve disse me disse. Pelo que eu fiz, ajudei a equipe a sair de uma situação ruim. O respeito teria de ser maior. Mas não me importo com eles, mas com o Flamengo - garantiu Ramon.

Magoado, Ramon só pensa em vitória contra o Vasco

Ramon chegou ao Vasco em 2009 e ajudou o clube a voltar à elite do futebol brasileito conseguindo boas atuações. Em 2011 participou da campanha vitoriosa do Vasco na Copa do Brasil, mas acabou saindo de forma conturbada. A torcida não estava gostando da postura do jogador durante os jogos por acreditar que ele estaria já negociado.

- A minha relação é com a torcida. Pela falta de respeito. Por não saber o que aconteceu. Deduzir por pessoas de lá de dentro. Independente do clube que eu jogar, fui campeão lá, vou ser respeitado. Podem gostar de mim ou não, tem de ter respeito - explicou Ramon, que garante ainda ter muitas amizades entre os jogadores do Vasco e não vai se importar de trocar camisas com os antigos companheiros.

- Isso sim. Acredito que alguma coisa que levamos é amizade. Tenho muitos amigos no Vasco. Como o Carlos Alberto que me ajudou muito, o Felipe Bastos e Dedé - encerrou.

Você comentarista: