Léo Moura vai encarar velho conhecido: o Botafogo

Lateral-direito rubro-negro foi revelado pelo adversário deste domingo, e tem retrospecto positivo contra o Alvinegro

LANCEPRESS! - 17/09/2011 - 10:01 Rio de Janeiro (RJ)

Leo Moura (Foto: Wagner Meier)

Flamengo e Botafogo têm protagonizado o grande clássico do futebol carioca. E se existe alguém que sabe como esse duelo cresceu nos últimos anos é o lateral-direito Léo Moura. Ele viveu momentos felizes tanto pelo lado rubro-negro, como para no hoje rival alvinegro.

Apesar do equilíbrio histórico no clássico, Léo Moura pode se gabarde ter sido um dos grandes personagens e, de quebra, ter conquistado mais vitórias do que derrotas. Ao todo, o lateral disputou 34 jogos contra o Alvinegro desde que chegou ao Flamengo, em 2005. Foram 13 vitórias, 17 empates e apenas quatro derrotas. Mesmo jogando como lateral, ele conseguiu marcar quatro gols contra o Glorioso e é o jogador do atual elenco que mais marcou no duelo.

Léo Moura tem muita história para contar quando o Botafogo lhe vem à cabeça. Foram três decisões seguidas no Campeonato Carioca nos anos 2007, 2008 e 2009, no tricampeonato rubro-negro. Porém, em 2010 foi a vez do Botafogo levar a melhor no clássico que estava virando rotina na decisão do Estadual.

E MAIS!
L!Activo: Jogo contra o Botafogo é decisivo para o Fla. Comente!

Como se não bastasse tantos jogos contra o Botafogo, a ligação de Léo Moura com o rival é ainda maior. Seus primeiros passos no futebol foram com a camisa alvinegra. Ele iniciou a carreira em 1997, mas só conseguiu destaque no clube em 1999.

Léo Moura ainda não era esse jogador conhecido por todos, com muitos fãs. Era conhecido apenas por Leonardo e atuava na meia direita. Depois disso, passou por oito clubes e ainda teve um breve retorno ao Botafogo, em 2001, até chegar ao Flamengo, pelo qual se firmou.

Léo Moura é um dos maiores ídolos do atual elenco e tem até um fã-clube. Ele tem a preferência da torcida feminina e de muitas crianças. O lateral foi um dos pioneiros do penteado moicano, que hoje virou febre entre os boleiros do Brasil.

LARGA VANTAGEM CONTRA O BOTAFOGO

Apesar de ser criado no Botafogo, os torcedores alvinegros não têm tantas boas lembranças de Leonardo Moura. Considerando-se apenas quando o lateral-direito enfrentou o Glorioso, os botafoguenses têm muitos motivos para 'coçar a cabeça'.

O histórico do camisa 2 defendendo o Flamengo é amplamente superior diante de seu ex-clube.

Há seis anos no Rubro-Negro, ele enfrentou a equipe de General Severiano em 34 oportunidades, saindo vencedor em 13 partidas, empatando 17 e sofrendo apenas quatro derrotas, deixando óbvio que, na grande maioria das vezes, o time da Estrela Solitária lhe traz alegrias.

Mesmo atuando na faixa lateral do campo e, consequentemente, não sendo um homem de muitos gols, ele já deixou sua marca em quatro oportunidades. Uma delas, inclusive, na final da Taça Rio de 2008. Nesta, porém, acabou derrotado, prolongando sua vingança por tempo curto, já que logo depois se sagraria campeão estadual justamente em cima do Botafogo.

Aliás, essa não foi a única vez que Leonardo Moura ergueu um troféu diante da camisa alvinegra. O lateral-direito é tricampeão carioca em cima do rival, nos anos de 2007, 2008 e 2009.

ESPECIALISTAS
- Qual o motivo da queda de rendimento de Léo Moura no Flamengo?

"A fase ruim do Léo Moura é um reflexo da queda de todo o time. E quando uma equipe grande leva pancada, sobra para os astros"
- Roberto Assaf, colunista LANCE!

"Acho que suas grandes fases aconteceram sempre que o Flamengo tinha um meio-campo muito marcador. O forte dele é o ataque"
- Vítor Birner, colunista LANCE!

"A queda de Léo Moura está ligada à idade. Talvez seja o momento de procurar uma nova função no time. Pode ser jogando no meio"
- Flávio Garcia, editor LANCE!

Você comentarista: