Carlos Eduardo é oferecido ao Flamengo e clube desconversa

Negociação poderia acontecer por empréstimo com aval de clube russo

David Nascimento e Eduardo Mendes - 31/12/2012 - 09:00 Rio de Janeiro (RJ)

Carlos Eduardo - Rubin Kazan (Foto: Divulgação/Rubin Kazan)

Oferecido ao Fluminense, Carlos Eduardo também teve o nome sugerido ao Flamengo nos últimos dias com a possibilidade de uma negociação por empréstimo junto ao Rubin Kazan (RUS).

Inicialmente, os russos pedem cerca de dez milhões de euros (R$ 27 milhões) pela liberação definitiva. O meia-atacante, por sua vez, pode ser cedido por uma temporada desde que ele prorrogue o vínculo que vencerá no meio de 2014 por mais um ano com o Rubin.

Carlos Eduardo trabalhou com Paulo Pelaipe na época em que o atual diretor executivo rubro-negro era dirigente do Grêmio. Questionado sobre a possibilidade de haver um início da conversa sobre o jogador, Pelaipe foi evasivo e desconversou. Ele, entretanto, não negou de maneira incisiva, como costuma fazer quando um nome não interessa ao clube.

– A política de contratações mudou no Flamengo. Só iremos anunciar os nomes para a imprensa quando o contrato estiver assinado, já que se a imprensa anunciar antes que o próprio clube e o contrato não estiver assinado, ele acaba ficando mais caro. Pode ter certeza que assim que tivermos algo de concreto iremos divulgar amplamente – disse o dirigente.

O jogador está em férias no Brasil e disse que as últimas informações passadas pelo empresário dele, Jorge Machado, eram de que haveria uma possibilidade de ele atuar no eixo Rio-São Paulo na próxima temporada.

– Não foi passado nome, apenas que existe interesse de clubes do Rio de Janeiro e de São Paulo – comentou Carlos Eduardo ao L!.

Destaque do Grêmio no vice-campeonato da Libertadores de 2007 na função de segundo atacante, Carlos Eduardo não seria uma opção para vestir a camisa 10 do Flamengo. Na Alemanha, antes de ir para o Rubin, ele chegou a jogar mais recuado, como um meia que ajudava na recomposição.

Veja lances de Carlos Eduardo, ex-Grêmio

PELAIPE TEM BOA RELAÇÃO COM AGENTE

A relação de Paulo Pelaipe com Carlos Eduardo não tem como ponto comum apenas o fato de o jogador ter atuado no Grêmio quando o dirigente estava no clube.


O atual diretor executivo do Flamengo é bem relacionado com Jorge Machado, agente do meia-atacante. Entre os negócios importantes feitos no Grêmio na temporada de 2012 com o empresário está a contratação do atacante Kléber.

O LANCE! tentou contato com Machado por telefone, mas não obteve um retorno. O próprio Carlos Eduardo disse que tem encontrado dificuldades para se comunicar com o agente.

– Ele está na praia e no local o sinal não é muito bom – disse.

Nesta semana, Machado chegou a dizer que o retorno de Carlos Eduardo para o futebol brasileiro não é simples. Apesar de existir a possibilidade do empréstimo, o clube russo, inicialmente, gostaria de uma negociação em definitivo.

O jogador também tem uma pessoa que é responsável por cuidar dos assuntos particulares dele em Porto Alegre. Entretanto, Machado é quem centraliza os assuntos relacionados à carreira do meia-atacante. Ele, inclusive, é um dos pontos de comunicação dos clubes no Brasil com o Rubin Kazan.

Bate-Bola

Carlos Eduardo
Em entrevista LANCE!

Quando você tem de se reapresentar ao Rubin Kazan?
Está marcado para voltar no dia 10, mas gostaria de resolver minha situação antes para não precisar retornar.

O clube facilitará a liberação?
O meu técnico já disse que poderia me liberar por empréstimo. Quero jogar, voltar para o Brasil e ficar próximo da Seleção. Teremos a Copa em 2014.

O que há de concreto?
Não estou sabendo de nada por enquanto. É meu empresário que está cuidando disso.

Você comentarista: