Polônia obrigada a vencer para se classificar na Euro

Poloneses precisam conquistar os três pontos sobre a República Tcheca se não quiserem decepcionar sua torcida

EFE - 15/06/2012 - 11:47 Wroclaw (POL)

A Polônia encara seu duelo contra a República Tcheca com a obrigação de vencer se quiser se classificar para as quartas de final da Eurocopa. Um outro resultado acabaria com o sonho dos poloneses em avançar no torneio em que são um dos anfitriões, ao lado da Ucrânia. Os tchecos alcançam a classificação com um empate, caso a Grécia não derrote a Rússia por uma diferença expressiva de gols.

O técnico polonês Franciszek Smuda, está em dúvida sobre qual goleiro escalará contra os tchecos. Szczesny, o titular natural, já cumpriu a suspensão pela expulsão que sofreu na estreia contra a Grécia. No entanto o seu substituto, Tyton, o substituiu e defendeu o pênalti do atacante Salpingidis, além de ter feito boa partida contra a Rússia.

Ainda que a vitória seja uma obrigação. Smuda assegura que diante dos tchecos manterá seu esquema habitual de jogo e não buscará uma armação mais ofensiva.

- Os italianos, por exemplo, sempre se preocuparam mais em defender e ainda assim são capazes de vencer. Por que não podemos fazer o mesmo? - explicou Smuda, fazendo alusão ao estilo de jogo mais defensivo utilizado historicamente pela Itália.

Na República Tcheca a expectativa é em torno da recuperação do meia Rosicky. A não participação do jogador, que sentiu o esforço físico de duas partidas, pode fazer com que o técnico Michal Bilek mude o esquema tático de sua seleção. Jiracek pode ser deslocado para a posição do meia, ou então opção é o meia Rezek.

FALA SAPOLÔNIO:

Na aposta do sapo vidente do LANCENET!, a Polônia vence e se classifica.

FICHA TÉCNICA:

REPÚBLICA TCHECA x POLÔNIA

Competição: Eurocopa
Local: Estádio Municipal, Wroclaw (POL)
Data-hora: 16/6/2012, às 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Craig Thomson (ESC)

República Tcheca: Cech, Selassie, Sivok, Kadlec e Limbersky; Plasil, Rosicky (Rezek), Kolar, Jiracek e Pilar; Baros. Técnico: Michal Bilek.

Polônia: Szczesny (Tyton), Piszczek, Wasilewski, Perquis e Boenisch; Murawski, Polanski, Blaszczykowski, Obraniak e Rybus; Lewandowski. Técnico: Franciszek Smuda.

Você comentarista: