Venezuela traz inspiração histórica ao Corinthians

No país onde conquistou seu primeiro título internacional, Timão inicia caminhada pelo inédito título da Copa Libertadores

Bruno Andrade - 15/02/2012 - 09:40 São Paulo (SP)

Taça do Mundial (Foto: Tom Dib)

Será em terras venezuelanas que o Corinthians começará, nesta quarta-feira, a busca pelo inédito título da Copa Santander Libertadores, que, certamente, aumentaria as glórias internacionais de sua história.

Uma trajetória que começou a ser contada naquele mesmo país, há muito tempo, mais precisamente em julho de 1953. Na capital Caracas, localizada a cerca de 800 quilômetros de San Cristóbal, sede do Deportivo Táchira, rival desta noite, o Timão comandado pelo técnico Rato conquistou seu primeiro título em âmbito internacional.

Com aproveitamento de 100% (seis vitórias), a equipe venceu a Pequena Taça do Mundo, torneio que reunia as principais equipes de futebol da Europa e da América do Sul. A competição é considerada a antecessora da Copa Intercontinental. Organizado por um grupo de empresários – e não por uma confederação –, reunia os dois melhores clubes da Europa e da América do Sul. Além do Timão, também participaram daquela edição  Roma (ITA), Barcelona (ESP) e a seleção de Caracas, daquele país.

A Pequena Taça do Mundo foi disputada anualmente, de 1952 a 1957 e, posteriormente, com o nome de Troféu Cidade de Caracas, entre anos de 1958 a 1977. Em entrevista ao LANCENET!, concedida em julho de 2010, durante especial do LANCE! sobre o Centenário, o ex-jogador Nardo, apesar dos 80 anos, não se esqueceu da importância daquele título.

– Ser campeão pelo Corinthians é a coisa mais linda do mundo. A gente tinha um time muito bom, mas o Barcelona tinha um timaço também. Mas ganhamos – disse.

Na sequência, mais duas vitórias, contra Barcelona e seleção de Caracas. E na quarta rodada, primeiro jogo do segundo turno, a decisão: se o Timão vencesse novamente o Barça, garantiria o título.

E assim, o Timão conquistaria seu primeiro título internacional e também o mundo pela primeira vez – 47 anos antes de se proclamar, oficialmente, com respaldo da Fifa, campeão mundial no Maracanã.

Na terra onde conquistou o mundo, o Timão começa a busca pelo inédito título da América. Nesta quarta, contra o Deportivo Táchira...

HISTÓRIA DA PEQUENA TAÇA DO MUNDO

Considerada a antecessora da Copa Intercontinental, o torneio era disputado em Caracas, na Venezuela. Organizado por um grupo de empresários, e não por uma confederação, reunia os dois melhores clubes europeus e da América do Sul. Foi disputado anualmente de 1952 a 1957 e, depois, com o nome de Troféu Cidade de Caracas de 1958 a 1977.

FICHA TÉCNICA
BARCELONA (ESP) 0 X 1 CORINTHIANS

Local: Estádio Olímpico de Caracas, Caracas (VEN)
Data: 26/07/1953
Árbitro: Jackson (Venezuela)
Gol: 17’ 2ºT Goiano (1-0).
Renda/Público: Não disponível

CORINTHIANS: Cabeção, Homero e Olavo (Julião); Idário (Sula), Goiano e Roberto Belangero; Cláudio, Luizinho (Nardo), Vermelho, Carbone e Mário. Técnico: Rato

BARCELONA (ESP): Velasco, Seguer e Segarra; Flotats, Biosca, e Bosch; Basorá, César, Kubala, Moreno e Garcia. Técnico: Ferdinand Daucik

Você comentarista: