Exclusivo! Timão tenta, mas PM veta Pacaembu com telões. Clube quer no dia 4

Diretoria, que já tinha até patrocionador, queria colocar 40 mil corintianos no estádio para ver jogo da Bombonera

Maurício Oliveira
Rodrigo Vessoni
- 26/06/2012 - 13:08 Enviados especiais
a Buenos Aires (ARG)

Galeria - Torcida - Corinthians x Mirassol (Foto: Tom Dib)

Se não fosse a Polícia militar do Estado de São Paulo, mais de 40 mil corintianos poderiam acompanhar a primeira partida da decisão da Copa Libertadores dentro do Pacaembu.

Apoiada pela Ambev, a diretoria já tinha todo o esquema montado para que os torcedores acompanhassem o confronto de Buenos Aires em telões, que seriam espalhados por todo estádio. A ideia era proporcionar aos torcedores clima de jogo, mesmo sem os jogadores dentro de campo.

A reportagem do LANCENET! conversou com o presidente Mário Gobbi na capital argentina, que lamentou a impossibilidade de oferecer aos corintianos a chance de acompanhar os 90 minutos da decisão de maneira diferente.

- Tentamos de tudo, mas a PM não quis. Eles não querem aglomeração e não poderemos fazer o que queríamos. Já tinhamos até patrocinador - afirmou o mandatário.

Questionado sobre a possibilidade de fazer o mesmo para o confronto de volta na praça Charles Muller ou em outro ponto da cidade, no próximo dia 4 de julho, Gobbi afirmou que precisará conversar com os responsáveis pelo departamento de marketing.

- Vamos conversar para ver essa possibilidade. Vamos ver...- finalizou o presidente do Timão.

Você comentarista: