Presidente do Valenciennes espera Gil, mas treinador já admite saída

Jean-Raymond Legrand diz que jogador quer voltar ao Brasil, mas lembra de compromisso contratual. Treinador diz que Gil pode sair e que o clube tem reposição. Timão ainda negocia

LANCEPRESS! - 25/12/2012 - 17:02 São Paulo (SP)

Gil - Valenciennes (Foto: Francois Lo Presti/AFP)

Em negociação com o Corinthians, o zagueiro Gil está no Brasil de férias e espera não voltar mais para a França - como revelou o LANCENet! -, onde defende o Valenciennes (FRA) desde agosto de 2011.

O presidente do clube francês, Jean-Raymond Legrand, irrita-se com a situação. Ele lembrou que o jogador, no ano passado, atrasou-se na sua reapresentação após as festas de fim de ano, justamente porque já desejava voltar para o futebol brasileiro.

- A cada seis meses ele tem saudades do Brasil e eu acho isso bem complicado - disse Legrand, lembrando que seu contrato vai até julho de 2015.

- Quando você é pago por um clube, precisa respeitar o compromisso. Nós o esperaremos no dia 2 de janeiro, às 14h30, na hora da reapresentação. É preciso que dessa vez seja diferente, pois não vamos esperar a cada vez para saber se o jogador deseja voltar para cá ou não - disse o mandatário.

Machucado, o brasileiro foi liberado antes para viajar para o Brasil e ficar com a famíia em Campos dos Goytacazes (RJ). Ele nem chegou a disputar o duelo contra o Évian, no último domingo, pelo Campeonato Francês.

O técnico Daniel Sanchez adotou um discurso mais conformado com a saída de Gil.

- Gil não se sente bem aqui, sobretudo sua mulher - disse o técnico, lembrando depois que o Corinthians o procurou em janeiro deste ano.

- Ele já ficou aqui mais um ano e pode ser que agora se vá. Já temos várias opções para substituí-lo - concluiu Sanchez.

Nos últimos dias, o Corinthians fez uma proposta de 3 milhões de euros (R$ 8 milhões) em duas parcelas de 1,5 milhão de euros, mas o Valenciennes não aceitou. Os franceses chegaram a pedir 4 milhões de euros, sendo 3 milhões à vista e 1 milhão no próximo ano. O Timão, então, chegou a 3,5 milhões de euros e espera concluir a transferência.

O clube tem a esperança de fechar a negociação antes de 2013, para que Gil realmente não precise retornar para a França. Entre o jogador, Corinthians e seu empresário, Carlos Leite, tudo já está acertado.

Você comentarista: