Corinthians abre as portas para Alexandre Pato, do Milan

Diretor reforça busca por atacante de ponta e diz que brasileiro seria bem-vindo. Agente não nega contato do Timão

Felipe Bolguese
Renato Rodrigues
- 24/04/2012 - 17:11 São Paulo (SP)

Alexandre Pato - Milan (Foto: Reuters)

Na busca por um atacante "top de linha" para o Campeonato Brasileiro, o Corinthians abre as portas para repatriar o atacante Alexandre Pato, do Milan.

De acordo com o apresentador da TV Bandeirantes e ex-jogador, Neto, o clube tem interesse e manifestou o desejo de recuperá-lo no CePROO, no CT Joaquim Grava. O jogador de 22 anos está parado por conta de uma lesão no bíceps femoral da coxa esquerda, sofrida no início de abril.

- Eu gosto da ideia, mas ainda não teve nenhuma conversa com ele. Eu tenho acompanhado a situação dele pela imprensa. É um grande jogador e seria bem-vindo. O Corinthians está de portas abertas para que ele venha se recuperar - afirmou ao LANCENET! o diretor de futebol, Duílio Monteiro Alves.

- Nós queremos atacante de ponta, temos de pensar assim, pelo tamanho do Corinthians. Não necessariamente uma compra, pode ser uma composição de empréstimo. Olhamos na Itália, que foi o caso do Forlán (da Internazionale de Milão), estamos vendo outros jogadores de clubes europeus. Aqui no Brasil também procuramos, mas ainda não encontramos ninguém com uma segurança para trazer. Jogar pelo Corinthians não é fácil - completou o dirigente.

Retornar para o Brasil é um desejo do staff de Alexandre Pato. Em 2010, ele ficou um tempo no Internacional, mas apenas no departamento médico. De janeiro de 2010 para cá, foram 14 lesões, a maioria delas musculares, nas duas pernas. Em contato com o LNET!, o agente de Pato, Gilmar Veloz - também empresário do técnico Tite - não confirmou, nem negou o interesse corintiano.

- O foco do Pato é se recuperar das lesões e voltar a jogar. Depois vamos ver a situação dele. Não posso falar nada a respeito de outros clubes interessados - disse.

O atacante brasileiro tem o terceiro maior salário do clube, atrás apenas de Flamini e Ibrahimovic. Segundo publicação do jornal italiano Gazzetta dello Sport, ele recebe cerca de 4 milhões de euros anuais - em torno de R$ 800 mil mensais.

Em janeiro, o Paris Saint-Germain (FRA) ofereceu cerca de 28 milhões de euros para contratá-lo. No entanto, Silvio Berlusconi, sogro do atacante e proprietário de honra do Milan, afirmou que não vai vendê-lo.

Sem Adriano, com a iminente saída de Bill para o Santos e pela situação de Liedson, que não aguenta uma longa sequência de jogos, o Timão apressou a busca por um novo camisa 9. A diretoria quer fechar uma transferência o quanto antes. Apesar de inicialmente a janela de transferências se abrir em agosto, ela pode ser antecipada, como aconteceu no ano passado.

Você comentarista: