Governador Sérgio Cabral garante operários em reinauguração do Maracanã

Governador do Rio de Janeiro defendeu reforma do velho estádio

Leo Burlá - 15/06/2012 - 18:58 Rio de Janeiro (RJ)

Sérgio Cabral (Foto: Rafael Wallace/Alerj)

Em cerimônia realizada nesta sexta-feira, no Maracanã, Sérgio Cabral, governador do Rio de Janeiro, prometeu assentos aos 5.500 trabalhadores do Maracanã e suas famílias no jogo que reinaugurará o estádio.

Na véspera do aniversário de 62 anos do palco da final do Mundial de 2014, Cabral defendeu a ampla reforma do estádio.

- Há 20 anos, este estádio foi palco daquela indignidade da final do Brasileiro, quando torcedores do Flamengo morreram ao despencar da arquibancada. Uma situação vexatória para todos nós, que demonstrava a decadência e abandono do nosso patrimônio - disse o governador.

O vascaíno Cabral, visivelmente mais abatido após ver seu nome ligado ao do empreiteiro Fernando Cavendish, dono da construtora Delta, uma das principais investigadas da CPI do Cachoeira, aproveitou a ocasião de festa para descontrair. Lembrou de gols e momentos históricos do Vasco, seu clube do coração, pediu aplausos a Roberto Dinamite e posou para foto com operários da obra.

SHOWROOM

Uma grande maquete do novo Maracanã, além de peças que estão sendo usadas na reforma do estádio, foi apresentada nesta sexta-feira. Neste sábado, data de aniversário do estádio, a visitação será gratuita.

Você comentarista: