Mané Garrincha: acidente pode resultar em greve

Sindicato vai ao encontro dos trabalhadores nesta quarta-feira

Leo Burlá - 07/08/2012 - 11:58 Rio de Janeiro (RJ)

Acidente no Estádio da Baixada em Brasília (Foto: Reprodução/TV Record Brasilia)

Após o acidente que feriu cinco operários no canteiro de obras do Estádio Mané Garrincha, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Brasília (STICMB) não descarta uma paralisação dos trabalhos.

Nesta quarta, representantes do sindicato estarão no estádio para uma conversa com os trabalhadores. Se o entendimento for de que só uma paralisação pode trazer melhorias no aspecto de segurança, as obras serão suspensas. Antes de uma greve, no entanto, a direção do sindicato vai aguardar a apuração dos fatos pelas autoridades competentes.

Na manhã desta terça, diretores do STICMB conversaram com representantes do consórcio responsável pela obra. Na pauta, apenas medidas mais urgentes para que eventos como o desabamento de uma viga que sustentava a arquibancada inferior não mais se repita.

- Já houve uma morte em junho. Ontem, cinco foram vítimas, sendo que dois inspiram maiores cuidados. Vamos sentar novamente e alinhar novos procedimentos, mas a paralisação pode acontecer caso isto seja da vontade dos trabalhadores - garantiu Raimundo Salvador, vice-presidente do STICMB, em entrevista ao LANCENET!.

Com fratura exposta na perna, um dos trabalhadores foi submetido a uma cirurgia corretiva. Outro deles, com lesão na coluna, também passa por intervenção cirúrgica.

Em nota, o Consórcio Brasília 2014 informou que 'reitera que sua prioridade sempre é a segurança dos trabalhadores e que, após a fase de resgate, dedicará seus esforços no amparo às vítimas e na apuração das causas do acidente'.

Você comentarista: