Em noite do artilheiro Roger, Ponte goleia o Coritiba

Macaca domina o Coxa, ainda de ressaca pela derrota na final da Copa do Brasil

LANCEPRESS! - 14/07/2012 - 23:01 Campinas (SP)

Ponte Preta x Coritiba - Campeonato Brasileiro (Foto: Danny Cesare/Futura Press)

Em uma noite inspirada do atacante Roger, a Ponte Preta não tomou conhecimento do Coritiba e goleou o time de Curitiba por 4 a 1, neste sábado, no Moisés Lucarelli, em Campinas. O camisa 9 foi o destaque com três gols.

Seja o primeiro a saber as notícias do Coxa!

Desde o início de jogo a Macaca foi melhor e dominou a partida. O Coxa, ainda de ressaca após a derrota na final da Copa do Brasil (para o Palmeiras, na última quarta), quase não ofereceu perigo. A Ponte chegou aos 15 pontos e se aproximou da parte de cima da tabela. Já o Coxa entra na zona de rebaixamento com sete pontos e fica em sinal de alerta.

A Ponte Preta começou a partida ligada. E logo no primeiro minuto a Macaca quase abriu o placar. O atacante Roger pegou uma sobra de bola e mandou na trave. Após o bom lance, o time da casa continuou no ataque e até os 20 minutos ainda teve outras duas boas oportunidades de gol. Uma novamente com Roger que não alcançou o lançamento o passe de André Luís, e outra com o próprio André Luís que chutou uma bola venenosa no canto direito do goleiro do Coxa.

Para se ter noção do domínio do time de Campinas, o primeiro arremate do Coritiba foi acontecer somente aos 20 minutos. E na base do "quem não faz toma", o Coxa quase inaugurou o placar: o atacante Everton Costa aproveitou a confusão na área e chutor por cima do gol.

A partir daí o Coritiba acordou e o jogo melhorou. Os dois times passaram a se lançar mais no ataque, o que deixou o jogo mais movimentado.

Aos 36 minutos o faro de gol do artilheiro da Ponte não falhou. Em lance individual, e típico de centroavante trombador, que cai e levanta, Roger foi carregando e chutou colocado no cantinho de Vanderlei, que nada pôde fazer.

A felicidade da torcida pontepretana não durou muito, aos 39 o Coxa empatou. Em cobrança de escanteio, o zagueiro Pereira se antecipou e deixou tudo igual no Moisés Lucarelli.

No segundo tempo a Ponte voltou com o mesmo time, enquanto o Coritiba optou por Lincoln na vaga de Everton Ribeiro. Como no primeiro tempo, a Ponte tomou a iniciativa e sufocou o Coxa no início.

E deu certo: aos 3 minutos, Renê Júnior deixou Ricardinho na cara do gol, que fuzilou e recolocou a Macaca na frente.

Se as coisas estavam boas para o time campineiro, ficaram ainda melhores aos 7. Roger ampliou a vantagem, em uma falha grotesca da zaga do Coxa, que errou na saída de bola. O artilheiro invadiu a área tranquilo e só tocou de lado do goleiro Vanderlei.

Com 3 a 1 no placar, a Ponte passou a administrar a partida tocando a bola e se arriscando pouco na frente. O técnico Marcelo Oliveira fez alterações no Coritiba, mas não adiantou e o time continuou mal em campo.

O que estava fácil para a Ponte, ficou ainda mais quando Gil, que havia entrado aos 18 minutos do segundo tempo, foi expulso direto por uma dura entrada. Com um jogador a mais, deu tempo da Ponte fazer mais um e completar a goleada no Moisés Lucarelli.

Mais uma vez Roger aproveitou a bobeira da zaga que saiu errado, limpou o zagueiro Emerson e marcou seu terceiro gol na partida, se isolando como artilheiro do Brasileirão.

Na próxima rodada, a Ponte Preta encarará o Náutico, fora de casa, quarta, às 20h30. Já o Coritiba tentará juntar os cacos em casa e reencontra seu algoz da final da Copa do Brasil, o Palmeiras, quinta, às 21h.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 4 X 1 CORITIBA

Local: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data-Hora: 14/7/2012 - 21h (de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO/Fifa)
Auxiliares: Cristhian Sorence (GO) e Evandro Ferreira (DF)
Renda e público: R$ 27.940,00 / 2.857 pagantes
Cartões amarelos:
Gerônimo (PON); Lucas Mendes, Sergio Manoel, Júnior Urso e Roberto (CTB)
Cartões vermelhos: Gil (COR)
Gols: Roger 36'/1ºT (1-0), Pereira 39'/1ºT (1-1), Ricardinho 3'/2ºT (2-1) e Roger 7'/2ºT (3-1) e 48'/2ºT (4-1)

PONTE PRETA: Roberto, Gerônimo (Somália 27'/2ºT), Tiago Alves, Ferrón e João Paulo; Baraka, Ricardinho, Renê Júnior e Nikão (Marcinho 37'/2ºT); André Luis (Rodrigo Pimpão 32'/2ºT) e Roger - Técnico: Gilson Kleina.

CORITIBA: Vanderlei, Ayrton, Emerson, Pereira e Lucas Mendes (Júnior Urso 27'/1ºT); Willian, Sergio Manoel (Gil 18'/2ºT), Rafinha, Everton Ribeiro (Lincoln - Intervalo) e Roberto; Everton Costa - Técnico: Marcelo Oliveira.

Você comentarista: