Líderes tropeçam na rodada: Cruzeiro e São Paulo 'aproveitam'

Nenhum time do G4 venceu; Raposa e Tricolor ficam fora do grupo dos melhores, mas distância diminui

LANCEPRESS! - 29/07/2012 - 21:53 São Paulo (SP)

Atlético-MG, Vasco, Fluminense e Grêmio (Fotos: Alexandre Loureiro, Ricardo Rímoli e Felipe Gabriel)

Ficou tudo igual. Ou quase isso. Dos oito primeiros colocados do Brasileirão, apenas Cruzeiro (quinto), São Paulo (sexto) e Botafogo (sétimo) venceram na rodada. Pouco para mudar a disputa pela ponta do Nacional. A boa notícia é que ambos se aproximaram do Grêmio, ainda o último no G4.

A Raposa voltou de vez a brigar por uma vaga entre os quatro melhores do campeonato. O Palmeiras reclamou de mais um pênalti mal marcado contra o time (Montillo estava fora da área no lance que originou o primeiro gol), mas acabou derrotado por 2 a 1, na Arena Independência, com dois gols de Borges - o segundo tento gerou reclamação por conta de um impedimento e o do Alviverde por conta de um pênalti duvidoso. Resultado que deixa os mineiros com 23 pontos, a um do G4. O Verdão, campeão da Copa do Brasil, "parou" e retornou para a zona do rebaixamento.

O são-paulino ficou feliz após a 13ª rodada. Após ver o Tricolor ir mal e perder para o ex-lanterna Atlético-GO no meio de semana, o time reagiu. E com estilo: nas voltas de Rogério Ceni (que estreou em 2012) e Luis Fabiano (que retornou de lesão), o São Paulo brilhou e goleou o Flamengo por 4 a 1, no Morumbi. Com o resultado, a equipe comandada por Ney Franco assumiu a sexta colocação, agora a dois pontos do Grêmio.

O Botafogo também voltou a vencer. Foi apenas 1 a 0 sobre o Figueirense, lanterna da competição, mas o suficiente para o Fogão triunfar pela primeira vez com Seedorf em campo - antes disso, foram duas derrotas. Agora são quatro pontos de desvantagem para o grupo dos quatro melhores.

Os líderes empataram. No "melhor duelo da rodada", o Fluminense (terceiro) empatou em 0 a 0 com o Atlético-MG (primero), no Engenhão. O Tricolor carioca reclamou muito de um gol mal anulado marcado por Fred no fim do segundo tempo.

Esse resultado, aliado ao jogo do Vasco, que também foi 0 a 0, mas com o Internacional, no Beira-Rio, manteve tudo igual na parte de cima da tabela. Nem a estreia de Forlán pelo Colorado animou o time, que continua fora do G4. O Cruz-maltino comemorou o ponto que o manteve na segunda colocação e ainda atrás do Galo por apenas um de desvantagem.

O Grêmio "perdeu" o embalo. Depois de quatro vitórias seguidas, o Tricolor gaúcho foi derrotado pelo Coritiba, por 2 a 1, no Couto Pereira. A boa atuação do Coxa, que se afastou de vez da zona do rebaixamento, foi coroada aos 44 minutos do segundo com o gol de Leonardo, que decretou o triunfo.

O Santos, enfim, respira. Depois de amargar um jejum de quatro jogos sem marcar e vencer, o Peixe fez as pazes com o triunfo. Na Vila Belmiro, com boa atuação de Victor Andrade, o time fez 2 a 1 na Ponte Preta e saiu do setor da degola.

A Portuguesa também respira. De virada, bateu o Náutico por 3 a 1 e também saiu da zona do rebaixamento.

Foram três empates em 0 a 0 no domingo. Além de Flu x  Galo, Sport e Atlético-GO também não saíram do placar em branco na Ilha do Retiro.

O Corinthians reclamou de um pênalti não marcado, mas também não atuou bem no empate com o Bahia, no Pituaçu. Resultado que "esfria" a reação do Timão no Brasileirão. Já os baianos, continuam perto da zona da degola.

Você comentarista: