Josué aguarda diretor do Wolfsburg para dar resposta ao Atlético-MG

Negociação para o retorno do volante, de 33 anos, ao futebol brasileiro permanece estagnada. Ele aguarda posição dos dirigentes do clube alemão para acertar com o Galo

Thiago Fernandes - 16/01/2013 - 07:00
Belo Horizonte (MG)

Josué - Atlético-MG (Foto: AFP)

O volante Josué, de 33 anos, adiou a sua resposta para a diretoria do Atlético-MG. Ele pretende dar um veredito para os dirigentes alvinegros na tarde desta quarta-feira, após encontro com a cúpula do Wolfsburg (ALE), clube com o qual tem contrato até junho deste ano. Em conversa com Dieter Hecking, técnico da equipe alemã, o jogador não teve uma definição da sua situação no continente europeu.

Em entrevista ao LANCE!Net, Omar Vasconcellos, empresário do meio-campista, revelou que ele tem o interesse em retornar ao futebol brasileiro e atuar na Cidade do Galo. A sua resposta, porém, depende do posicionamento de comissão técnica e diretoria da agremiação que defende atualmente.

 Notícias do Atlético-MG chegam antes até você!

– O Josué conversou com o técnico do Wolfsburg e falou que eles pretendem mantê-lo até o fim do contrato. Ainda não tem uma definição, infelizmente. Porém, espero que isso seja acertado o mais brevemente possível. Não demoraremos para responder o (diretor de futebol Eduardo) Maluf e o Cuca, duas pessoas que consideramos muito – avaliou o representante, que ainda completou:

– Ele vai conversar com o diretor executivo do clube nesta quarta-feira e deve saber se eles querem uma compensação financeira para liberá-lo. O Josué já me avisou que gostaria de jogar no Atlético. Porém, não pode forçar essa situação, porque ele é ídolo da torcida. Seria até injusto. Então, caso não seja possível, explicaremos ao Atlético para eles definirem se querem pagar a multa rescisória.

Se o Wolfs optar pela permanência de Josué até o fim do contrato, o Galo terá que desembolsar cerca de € 2 milhões (R$ 5,4 milhões) para contar com o atleta já no início da atual temporada, conforme apurado pelo L!Net.

Você comentarista: