Atlético-MG coloca valores na mesa do Milan e se aproxima para ter Robinho

Com uma oferta ao Milan, que gira entre 8 e 9 milhões de euros, diretoria do Atlético-MG se anima para ter o jogador brasileiro na próxima Copa Libertadores

Frederico Ribeiro e Thiago Fernandes - 04/01/2013 - 15:34 Belo Horizonte (MG)

Robinho - Milan (Foto: Olivier Morin/AFP)

A ousadia marcará as ações do Atlético Mineiro no mercado de transferências desta janela. O clube mineiro está muito forte na tentativa de repatriar o atacante Robinho, que tem contrato com o Milan até agosto de 2014. O presidente do Galo, Alexandre Kalil se encontrou com o vice-presidente e diretor executivo do Milan, Adriano Galliani, no Brasil, para oficializar uma proposta de 8 a 9 milhões de euros (cerca de R$ 24 milhões) pelo jogador.

Para chegar ao pagamento citado, o Atlético-MG contará com a ajuda de um investidor. O fundo de investimentos do Banco BMG, que deverá renovar seu patrocínio master na camisa do clube, contrato esse que se encerrou no ano passado, pode surgir como o auxílio que o Galo precisa para arcar com a despesa. Em dezembro de 2012, a cúpula do Milan deixou claro que só aceitava negociar Robinho por cerca de 10 milhões de euros. Contudo, as cifras que o Alvinegro mineiro apresenta são sedutoras para o Rubro-Negro italiano.

Robinho de volta? Veja alguns lances do rei das pedaladas


Um dos obstáculos que Robinho encontra para voltar ao Brasil é o valor de seu salário. O jogador fez uma pedida muito alta para o Santos - R$1,1 milhão, livres de impostos e encargos trabalhistas. No entanto, o brasileiro terá que aceitar uma redução em seus vencimentos. O Galo estaria disposto a oferecer R$ 800 mil mensais ao atacante.

No entanto, vale lembrar que o Galo não está sozinho nas tratativas. Adriano Galliani também ouvirá o Santos, clube do qual o atacante de 28 anos nutre um carinho de infância. Mas o Peixe, em termos de poderio financeiro, se enfraquece na disputa com o Atlético-MG, muito por conta da recente aquisição do meia-atacante Montillo, após árdua luta com o Cruzeiro.

Robinho, ao lado de Diego Tardelli - que segue negociando com o Galo - são as 'cerejas do bolo' que o Alexandre Kalil busca para deixar o seu time como um dos favoritos na disputa da Copa Libertadores de 2013. Além desses, outro nome que também está na pauta do Alvinegro é Dagoberto, de saída do Internacional. Mas, por enquanto, o nome do jogador colorado segue sendo um plano B para as tratativas com Robinho e Tardelli.

Você comentarista: